em Propriedades Compartilhadas

Você já ouviu a frase “o proprietário de uma casa na praia costuma ter dois dias de grande alegria: o da compra e o da venda”? Essa afirmação costuma circular entre as pessoas que optam por ser os únicos donos de uma propriedade destinada ao lazer da família. Embora uma casa ou apartamento para passar férias e dias de folga pareça, em um primeiro momento, diversão garantida e simbolize status, a médio e longo prazo custa caro e dá trabalho. É a partir desse cenário que você conseguirá entender se cotas imobiliárias é um bom investimento.

Algo clássico que acontece com quem adquire uma casa de férias é deixar as visitas cada vez mais espaçadas com o passar do tempo. Afinal, o lugar passa a não ser mais novidade. No entanto, mesmo com o uso reduzido, os custos com a manutenção permanecem chegando.

Levando em consideração que o lugar foi adquirido somente para alguns momentos de lazer ao longo do ano, fica mais fácil entender por que milhares de famílias no Brasil e no mundo estão aderindo à copropriedade de casas e apartamentos de férias.

Várias propriedades em todo o Brasil estão sendo comercializadas de forma fracionada. Em vez de ser o único dono do imóvel, existem várias cotas imobiliárias desse mesmo imóvel, fazendo com que ele possa ter vários donos. Basicamente, isso permite, de forma racional, que uma pessoa seja dona de um imóvel destinado às férias pagando unicamente por uma fração da unidade, podendo utilizar o lugar ao longo do ano em períodos pré-determinados.

Sabe o que tudo isso representa? Menos desperdício. Afinal, o local não vai ficar desocupado a maior parte do tempo e gastando um dinheiro que não tem retorno algum. Apartamentos e casas de veraneio que, no papel, custam milhões de reais para uma única pessoa, podem ser adquiridas por menos de R$ 150 mil a fração.

Se toda essa ideia é nova para você, saiba que o sistema de propriedades compartilhadas surgiu nos Estados Unidos há mais de 20 anos e vem dando certo desde lá. Aqui no Brasil já existem milhares de famílias que também aderiram à proposta e isso tende a ganhar cada vez mais força conforme os conceitos e informações a respeito desse segmento de compra forem sendo disseminados.

O que deixa as cotas imobiliárias ainda mais atrativas e seguras é o fato de que cada fração de uma propriedade compartilhada é escriturada em um cartório de registro de imóveis, garantindo tranquilidade jurídica para as famílias que querem realizar este investimento patrimonial.

Benefícios: entenda por que cotas imobiliárias é um bom investimento

As pessoas que investem em propriedades compartilhadas costumam fazer isso por motivos distintos. Há quem veja prioritariamente como uma forma de investimento, há quem opte pelo fato de ser uma maneira financeiramente mais vantajosa de poder aproveitar dias de folga em lugares de alto padrão. Enfim, várias são as possibilidades. Para você entender melhor os caminhos, separamos os quatro principais benefícios que evidenciam porque cotas imobiliárias é um bom investimento.

Diversificar investimentos

Quem costuma colocar o dinheiro em mais de uma opção de investimento costuma ver nas propriedades compartilhadas uma forma extra de diversificar. Adquirir uma fração traz, basicamente, as mesmas vantagens que a aquisição de um imóvel, pois ela é um bem herdável e negociável, ou seja, o proprietário pode revendê-la a terceiros quando quiser.

Rentabilizar e ganhar dinheiro

É possível também ganhar com a valorização das cotas. Isso explica por que existe pessoas que adquirem mais de uma cota. Assim como qualquer imóvel, o valor do bem pode acabar aumentando. Existem casos em que uma fração foi comprada por R$ 100 mil e cerca de 5 anos depois estava valendo R$ 145 mil.

No Brasil, o potencial de valorização é grande pelo fato do mercado como um todo estar mais receptivo ao compartilhamento de bens de luxo. O brasileiro vem percebendo cada vez mais que não é preciso ser 100% dono de um imóvel de lazer para usufruí-lo.

Locar e garantir renda extra

Há quem compre uma ou mais cotas de propriedades compartilhadas e opte por alugar as semanas disponíveis. Como existe uma administradora por trás do negócio, essa mesma administradora pode fazer a negociação e encontrar pessoas interessadas em alugar o imóvel. Isso é bem simples porque muitas dos imóveis compartilhados estão localizados em hotéis e resorts que têm bastante procura ao longo do ano todo. Então, no fim das contas, o aluguel deste imóvel compartilhado de férias acaba se tornando uma renda extra para o proprietário que adquiriu a fração.

Viajar mais aproveitando ótimas acomodações

Outro motivo que justifica por que cotas imobiliárias é um bom investimento é o fato de que quando se adquire uma propriedade compartilhada não é preciso necessariamente passar as semanas a que se tem direito naquele mesmo lugar sempre. Existem vários imóveis que funcionam nessa mesma dinâmica e, então, é possível fazer uma espécie de intercâmbio.

O Vacation Club RCI (Resort Condominiums International) é uma das empresas que faz justamente esse trabalho de intercambiador. Para ter ideia, a RCI tem mais de 5 mil acomodações espalhadas no Brasil e no exterior disponíveis para intercâmbio, entre elas está, por exemplo, o maravilhoso Hard Rock Café Cancun.

E então, depois de ler todas essas informações, você concorda que cotas imobiliárias é um bom investimento? Aproveite que você está no clima de descobrir mais sobre imóveis de férias compartilhados e aproveite para acessar nosso artigo que mostra como calcular a rentabilidade de propriedades compartilhadas.

Postagens Recentes
0

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

casas de ferias