fbpx
 em Dicas de Viagem, Viajar com a Família

O QUE É MULTIPROPRIEDADE?

Você já ouviu falar da multipropriedade? Este novo modelo de negócio está mudando a forma como as famílias aproveitam as suas férias. Para você não ficar com nenhuma dúvida, a Propriedades Compartilhadas preparou este guia completo para você!
 

A multipropriedade vem se consagrando como uma excelente alternativa para adquirir sua casa de férias. Principalmente para aqueles que gostam de curtir as férias com conforto e sem preocupações. Porém, como tudo que é novidade, o sistema sempre gera dúvidas e questionamentos. 

É por este motivo que o propriedades compartilhadas reuniu aqui tudo o que você precisa saber sobre este novo modelo de negócio. Descubra como ele pode te ajudar a viver momentos inesquecíveis ao lado daqueles que ama, todos os anos!

 

O que é a multipropriedade?

De forma simples, a multipropriedade é um formato que surgiu através da economia compartilhada. Neste sistema, cria-se um condomínio especial que permite dividir um imóvel, casa ou apartamento, em frações imobiliárias. Ao adquirir essas frações, a pessoa tem o direito de utilizar o imóvel em sua totalidade pelo período de tempo estipulado em contrato, todos os anos.

 

O modelo ganhou forças com o formato de casa de férias. O motivo para o sucesso é fácil de entender. Um imóvel neste formato é utilizado apenas algumas semanas ao longo do ano, porém os custos de aquisição e manutenção são cobrados em sua totalidade. A multipropriedade soluciona este problema de uma maneira bastante simples. Adquirindo uma fração imobiliária, a pessoa estará investindo menos que o modelo tradicional.

Porém, há um adicional: os apartamentos de férias comercializados neste formato estão integrados a um serviço de hospedagem de alto padrão. Isso representa uma infraestrutura completa com piscinas, sauna, academia, entre outros. Empreendimentos neste modelo já são encontrados em grandes destinos turísticos.

A multipropriedade dispõe de legislação específica que a regula, a Lei Federal 13.777/2018. Já vamos falar mais sobre ela.

É também uma excelente opção de investimento, pois, além de você ser dono da fração do imóvel, quando não for usar aquele período adquirido, você pode alugar e receber dinheiro por isso, gerando uma renda extra para você. 
 
Imagine que você tem uma casa de praia e você só a utiliza durante um mês ao ano quando está de férias, e os outros meses, o que acontece? E os gastos para mantê-la até as próximas férias? E se essa casa pudesse ser “compartilhada“ com outras famílias, cada qual usando de maneira exclusiva, no período que escolher, e ainda assim dividindo os custos, não seria legal? Essas são algumas vantagens do uso e compra de um imóvel, na modalidade de fração imobiliária. Você compra um “ pedaço “ do imóvel que equivale a um determinado período do ano e paga  por ele, ou seja, paga apenas por aquele período que você irá utilizar. 

E a economia compartilhada?

A multipropriedade imobiliária tem sua base na economia compartilhada. Seu conceito vem do consumo sustentável, permitindo que bens materiais, como equipamentos, veículos e imóveis, sejam utilizados por outras pessoas durante seu período ocioso. Garantindo assim o máximo de proveito daquele bem e evitando desperdícios.

Outra vantagem desse modelo de aquisição é transformar bens inicialmente escassos, ou de acesso exclusivo a poucos indivíduos (como é o caso de um carro de luxo ou uma segunda residência de férias), em bens abundantes, servindo a várias pessoas.

O compartilhamento é uma tendência mundial e tem ganhado cada vez mais força em todos os segmentos. É neste cenário que se insere a multipropriedade imobiliária turística. Modelo que oferece às famílias a possibilidade de adquirir um empreendimento de alto padrão para viver as suas férias dos sonhos, todos os anos.

Como surgiu a multipropriedade

Com o final da Segunda Guerra Mundial o mundo estava economicamente abalado pelos anos de conflito. O mercado imobiliário hoteleiro estava correndo grandes riscos, visto que não havia turistas e investidores dispostos a arriscar no ramo. Neste cenário começa a surgir na França, mais especificamente na Riviera Maya, um novo movimento que dividia os pacotes de hospedagem entre quatro hóspedes, dando a eles o direito de usufruir das instalações durante três meses ao longo do ano. 

Assim nasce o timeshare, que diferente da multipropriedade, dá direito ao cliente apenas ao período de tempo de uso do imóvel, e não do empreendimento em si. 

Os americanos gostaram da ideia e levaram o conceito para  as terras estadunidenses, porém compartilhando o período de tempo entre 52 proprietários (1 por semana do ano). Não demorou muito para o modelo chegar ao Brasil e se estabelecer como uma alternativa mais barata, porém não menos vantajosa, de aproveitar as férias nos principais destinos turísticos do país. 

O que é a Lei da Multipropriedade?

Sancionada em dezembro de 2018 e passando a valer desde janeiro de 2019, a Lei da Multipropriedade (13.777/2018) chegou para definir todos os aspectos referentes a este novo modelo de negócio, A Lei n° 13.777, foi publicada em dezembro de 2018, entrando em vigor no final de janeiro de 2019. A legislação levanta vários pontos em relação ao direito de uso e deveres, tanto dos proprietários quanto da operadora, em relação aos imóveis comercializados neste formato, garantindo ainda mais segurança para os compradores e estimulando o mercado nacional.

O que define a lei de multipropriedade?

Uma das principais definições da lei se refere a matrícula do imóvel. A necessidade deste documento se aplica aos imóveis de multipropriedade, com algumas particularidades.

Haverá uma matrícula-mãe para o empreendimento e matrículas-filhas para cada unidade periódica. Atrelando a fração ao empreendimento, porém, mantendo a sua autonomia.

A legislação também determina alguns termos próprios deste formato, confira:

  • Unidade periódica: a fração de tempo de um imóvel que pode ser usufruída anualmente;
  • Multiproprietário: todo aquele que possui uma unidade periódica;
  • Direito de propriedade: recai sobre qualquer fração do empreendimento comercializada neste modelo.

Quais são as principais vantagens de uma multipropriedade?

  • Adquirir uma propriedade de alto padrão, com serviços de hotelaria integrados, nos principais destinos do país, investindo muito menos do que o valor tradicional do mercado;
  • Ter a garantia de contar com um lugar seu para aproveitar as férias todos os anos;
  • Aproveitar o seu produto na totalidade, sem desperdício ou gastos ocasionados pelo imóvel estar desocupado no restante do ano;
  • Garantir um legado para seus filhos e netos, já que o imóvel pode ser passado às próximas gerações;
  • Despesas de manutenção e custos fixos são divididos com os demais proprietários, reduzindo o custo final para você;
  • Aproveitar o intercâmbio de férias para conhecer dezenas de destinos sem ficar preso a apenas uma cidade. Dessa forma, é possível conhecer o mundo com a sua família trocando as suas semanas para aproveitar outros empreendimentos.
  • Assim como o formato tradicional de aquisição imobiliária, você pode emprestar suas semanas para parentes e amigos. Assim eles também têm a oportunidade de vivenciar esta experiência única de férias;
  • Estrutura de alto padrão, com piscinas, saunas, academia e inúmeras funcionalidades, sempre prontas para te receber na sua casa de férias;
  • Caso não possa utilizar sua propriedade no período estipulado, é possível disponibilizá-la no pool de locação, garantindo o retorno financeiro daquela semana;
  • O sistema rotativo de semanas permite que você tenha a possibilidade de conhecer o destino em diversos momentos ao longo do ano.

E vale a pena?

Famílias que viajam todos os anos

Organizar uma viagem que atenda aos requisitos de todo mundo na família pode ser um desafio e tanto. Neste ponto a multipropriedade é uma excelente aliada, pois você pode confiar que o seu empreendimento estará equipado com a estrutura completa para atender a todos. Desde piscinas para relaxar, sala Cyber para manter o trabalho em dia e espaço Kids para as crianças aproveitarem sem preocupações.

Quem gosta de viajar

Para aqueles que desfazem as malas pensando na próxima viagem, a multipropriedade é um ótimo negócio!

Aqui, além de ter uma casa de férias para chamar de sua, você também pode aproveitar a sua semana através do intercâmbio de férias, utilizando-a para aproveitar centenas de empreendimentos espalhados pelo mundo. Certamente não faltarão opções para curtir.

Quem deseja deixar um legado para os filhos

A fração imobiliária é um bem seu e da sua família. O seu empreendimento é escriturado, o que garante que ele possa ser passado às próximas gerações. É uma forma não apenas de garantir as férias todos os anos, mas também de investir no futuro da sua família.

Quem gosta de economizar nas férias

Garantir o seu imóvel no sistema de multipropriedade é ter a certeza de estar economizando com hotel todos os anos. Ao invés de ficar procurando hospedagem durante a madrugada para garantir preços mais em conta  na internet, com os nossos imóveis na modalidade multipropriedade, você tem a certeza de contar com uma estrutura de alto padrão, com serviços que superam todas as expectativas. Assim, você tem a confiança que estará se hospedando em um empreendimento de altíssima qualidade, pensado para proporcionar a melhor experiência à você.

Esperamos que este artigo tenha sanado todas as suas dúvidas sobre como funciona uma multipropriedade​!

Você vai encontrar muitas outras dicas sobre esse assunto em nosso canal do Youtube. Aproveite também para baixar o nosso guia definitivo das propriedades compartilhadas!

Postagens Recomendadas

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar