fbpx
 em Propriedades Compartilhadas

Tem algo incrível que já é sucesso no exterior e está ganhando mais espaço no Brasil: propriedade compartilhada. Você já ouviu falar? Quando conheci, achei que era bom demais para ser verdade e, por isso, fiquei bem curioso para entender minuciosamente de que forma esse modelo de negócio e de investimento funciona. E vou adiantar pra você: a essência dessa modalidade de compra é simplesmente espetacular.

De forma resumida, essa alternativa funciona da seguinte forma: você adquire uma parcela de um imóvel investindo um valor muito mais baixo do que precisaria desembolsar para ser o único dono do imóvel. Além de usufruir da propriedade que adquiriu, pode usufruir da possibilidade de utilizar outras propriedades compartilhadas disponíveis em várias partes do mundo.

Vamos desvendar todas as características com mais detalhes?

O QUE SÃO PROPRIEDADES COMPARTILHADAS

Para que a gente possa entender bem o que são as propriedades compartilhadas, nada melhor do que voltar lá no início e descobrir como e onde esse modelo de compra começou a ganhar espaço, para hoje ser uma tendência mundial.

O Timeshare ou Propriedade Compartilhada como conhecemos hoje teve início na França e na Suíça, no começo da década de 60. Nos Estados Unidos a novidade chegou em 1965 e o conceito de Timeshare pegou rapidamente por lá, especialmente na Flórida. Em 1990 as maiores redes hoteleiras do mundo – Marriott, Hyatt, Hilton, Sheraton e outras – começaram a oferecer propriedades compartilhadas enquanto a aceitação do público e as vendas atingiam números muito promissores. No Brasil, as propriedades começam a se destacar cada vez mais e, em 2018, a Lei 13.777, que chamamos de Lei de Multipropriedade, regulamentou a atividade na legislação brasileira.

Mas afinal, por que as propriedades compartilhadas são um sucesso e atraem cada vez mais os olhares de pessoas que querem investir em um imóvel de férias?

Bom, diferente do modelo de compra tradicional de um imóvel, em que o proprietário tem a exclusividade do imóvel por tempo integral, as propriedades compartilhadas, como o próprio nome sugere, são um modelo que permite o compartilhamento do imóvel com outros proprietários.

É uma ótima oportunidade, principalmente para quem procura um imóvel de férias – aquela tão sonhada casa na praia ou no campo, por exemplo. A grande sacada está em investir em um imóvel próprio, mas com um investimento bem menor, uma vez que outros proprietários vão assumir com você as frações do valor total. O que acaba funcionando muito bem com imóveis de férias, que em muitos casos acabam ficando vazios em certos períodos do ano e mesmo assim gerando custos de manutenção.

Melhor pagar 10% e usar 100% do que ter 100% de exclusividade do imóvel e usar 10%. Ou seja, você pode adquirir uma propriedade de alto padrão investindo muito menos dinheiro do que seria necessário para ser o proprietário exclusivo do imóvel.

10 VANTAGENS DAS PROPRIEDADES COMPARTILHADAS QUE VOCÊ PRECISA CONHECER

Existe uma série de pontos positivos em adquirir uma propriedade compartilhada. Abaixo separamos as 10 vantagens que consideramos mais importantes e decisivas para quem está começando agora a pensar em fazer esse investimento:

1) TER OS MESMOS BENEFÍCIOS QUE SE TEM QUANDO SE HOSPEDA EM UM HOTEL

Muitas das propriedades compartilhadas estão localizadas em resorts e hotéis. Ou seja, o seu imóvel de férias estará em um local totalmente aconchegante, com diversos serviços e comodidades disponíveis para você e toda sua família. E sabe o que é melhor? Você não precisa arcar com o valor convencional da estadia cobrado em um hotel ou resort.

2) TER FLEXIBILIDADE SOBRE COMO UTILIZAR O IMÓVEL

Ao ter uma propriedade compartilhada, é possível utilizá-la de diferentes formas, de acordo com o próprio interesse. Se a intenção é rentabilizar o máximo possível, pode deixar o imóvel alugado durante todo o período que você tem direito. Se quer passar somente alguns dias de férias na propriedade, pode aproveitar o quanto for conveniente e no restante do tempo deixar disponível para obter uma renda extra ou emprestar para alguém. Resumindo, seja para alugar, utilizar ou emprestar, qualquer uma das opções é de total decisão do proprietário.

3) NÃO TER DOR DE CABEÇA COM A FUNÇÃO DE ADMINISTRAR O IMÓVEL

As propriedades compartilhadas possuem uma empresa responsável por gerenciar o imóvel. Além de administrar o calendário rotativo de prioridade de reservas anuais dos proprietários, ela também cuida de uma série de questões burocráticas, que costumam demandar tempo e são conhecidas por gerar dor de cabeça, como manutenção, reposição de mobiliário e pagamento de contas. Ou seja, você pode ficar completamente sossegado na hora de utilizar ou alugar seu imóvel e ter certeza que ele estará completamente conservado para a sua chegada ou dos seus convidados.

4) NÃO DEIXAR UM VALOR ALTO PRESO EM UMA CASA NA PRAIA

Você sabe quanto pagaria para ser o único dono de um imóvel de férias? A resposta é: diversas vezes mais do que adquirindo uma propriedade compartilhada. Para comprar uma casa de praia bem estruturada é preciso desembolsar um montante alto. O fato de optar por uma propriedade compartilhada faz com que você pague somente uma fração do montante total.

5) GASTAR MUITO MENOS COM DESPESAS FIXAS E MANUTENÇÃO

As despesas fixas mensais com uma propriedade de férias não são pequenas, mesmo usando o imóvel poucas vezes no ano – tem condomínio, luz, internet, limpeza, possíveis manutenções, etc. O fato de ter uma propriedade compartilhada permite ratear todos esses custos com os demais proprietários, ou seja, os gastos com a propriedade reduzem drasticamente.

6) CONTAR COM UM INCENTIVO A MAIS PARA VIAJAR

Com a correria diária, é bem comum ver o tempo passar e o plano de viajar ficar para trás. O fato de ter uma propriedade compartilhada disponível é um incentivo a mais para colocar o pé na estrada e garantir os tão desejados dias de férias em um local bem aconchegante, que permita estar com os filhos, viver momentos de qualidade e tranquilidade. São momentos assim que costumamos contar com entusiasmo para as pessoas com quem temos afinidade e carinho.

7) PODER FAZER INTERCÂMBIO COM OUTRAS PROPRIEDADES

Existem diversos hotéis, resorts e empreendimentos de alto padrão pelo mundo todo que funcionam no sistema de propriedade compartilhada e estão associados a uma rede de intercâmbio. A partir do momento que você adquire sua fração no imóvel compartilhado, pode trocar suas semanas por estadias em outras propriedades compartilhadas associadas na mesma rede. A RCI (Resorts Condominium International), com mais de 5.000 opções ao redor do Brasil e do mundo, e a Interval International são excelentes opções de intercambiadoras.

Essa característica reflete em várias coisas positivas: ter a oportunidade de viver experiências únicas, não se sentir “obrigado” a visitar sempre o mesmo lugar onde está localizado o imóvel, poder conhecer o Brasil e o mundo sempre com a certeza de se hospedar nos melhores hotéis e resorts.

8) ECONOMIZAR EM HOSPEDAGEM NA HORA DE VIAJAR

Quando você é proprietário de um imóvel compartilhado, é possível trocar as semanas que você tem direito no empreendimento por outras em um resort, hotel ou casa de luxo que esteja associada à rede de intercâmbio.

Ao somar o que você pagaria durante 10 anos de hospedagem quando viaja nas férias, a fração da propriedade compartilhada geralmente acaba custando um valor mais baixo do que em 10 anos de diárias. Além disso, a fração da propriedade compartilhada é um patrimônio adquirido. No fim, é possível vender a fração pelo que investiu ou até mais do que investiu.

Ao somar o que você pagaria durante 10 anos de hospedagem quando viaja nas férias, a fração da propriedade compartilhada geralmente acaba custando um valor mais baixo do que em 10 anos de diárias. Além disso, a fração da propriedade compartilhada é um patrimônio adquirido. No fim, é possível vender a fração pelo que investiu ou até mais do que investiu.

9) GARANTIR FÉRIAS E PATRIMÔNIO PARA A FAMÍLIA SIMULTANEAMENTE

Enquanto achar conveniente, você pode usar a propriedade compartilhada para garantir as suas férias anuais e, ao mesmo tempo, gerar mais patrimônio. Se você decidir vender a sua parte, assim como ocorre com os demais investimentos imobiliários, a fração adquirida da propriedade compartilhada se valoriza anualmente, pois a escritura é feita de forma individual. Portanto, é possível lucrar por meio da valorização do imóvel.

10) PROPRIEDADE COMPARTILHADA COMO UMA RENDA EXTRA

Se você não quiser aproveitar o imóvel compartilhado durante as férias, pode deixá-lo disponível para alugar e, com isso, obter lucros, rentabilizando a propriedade. Levando em consideração que as diárias em hotéis e resorts são proporcionalmente mais altas, consequentemente o ganho com o aluguel também é proporcionalmente maior comparado ao aluguel fixo de imóveis residenciais.

Muitos proprietários têm a propriedade compartilhada como uma segunda fonte de renda, que traz segurança e pode ser usada sempre que houver uma emergência.

Ficou encantado com todos esses benefícios? Aproveite para se aprofundar ainda mais e descobrir como a propriedade compartilhada pode mudar a sua vida pessoal e financeira. Assine nossa Lista VIP e receba as melhores novidades e oportunidades dessa modalidade no Brasil.

COMO ADQUIRIR UMA PROPRIEDADE COMPARTILHADA

Como as propriedades compartilhadas ainda estão ganhando espaço no Brasil – já existem cerca de 80 empreendimentos de férias no país, sem falar naquela super vantagem de fazer o intercâmbio com outras propriedades ao redor do mundo – é essencial escolher uma empresa de assessoria e venda que seja especializada nesse mercado e que tenha experiência com a venda de propriedades compartilhadas, assim você consegue comprar a sua fração com muito mais segurança. Não esqueça também que, para aproveitar os benefícios das intercambiadoras de férias como RCI e Interval, é preciso escolher uma propriedade que seja associada à uma rede. 

Outra dica que gostamos de compartilhar por aqui é que vale a pena escolher a propriedade em um destino que você goste de estar. Você pode aproveitar a possibilidade do intercâmbio de férias, mas ter uma “base” que você goste muito é bem interessante, principalmente para os momentos que você não deseja viajar para longe. Além disso, lembre-se que a propriedade compartilhada é um patrimônio que vai se valorizando com o tempo, por isso, vale a pena avaliar a região que você pensa em fazer esse investimento. Olhos no futuro!

 Você vai encontrar muitas outras dicas sobre esse assunto em nosso canal do Youtube. Aproveite também para baixar o nosso guia definitivo das propriedades compartilhadas!

Postagens Recomendadas

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

compra compartilhada de imóveismultipropriedade